Skip to content

DoNotPay: o advogado-robô que auxilia motorista a recorrer de multas

Chatbot Advogado-robô funciona desde 2015 e já reverteu 160 mil multas de trânsito em Londres e NY

 

De acordo com o fabricante do DoNotPay, Joshua Browder (um jovem inglês de 19 anos), o bot feito para recorrer a multas de trânsito foi usado mais de 9.000 vezes por nova-iorquinos desde março deste ano. O serviço será ampliado para a cidade de Seatlle em breve.

A primeira versão do aplicativo foi lançada em Londres no ano passado e, de  250 mil multas, o programa ajudou a reverter 160 mil.

Para Browder, que conversou com a Venture Beat, as multas são um grande artificio para gerar receita de forma explorativa:

 

Essas pessoas não procuram infringir a lei. Eu acho que elas estão sendo explorados como uma fonte de receita pelo governo local

 

Como funciona:

Para recorrer a uma multa, o usuário acessa o site com um login e conversa com um advogado-robô que faz perguntas do tipo: Os sinais eram visíveis no momento em que a multa foi emitida? O estacionamento era muito pequeno? Você parou para alguma emergência?

 

Advogado-robô_2_ screen

 

Além do DoNotPlay, Joshua Browder vem trabalhando em outros três projetos com inteligência artificial (AI):

  • Um bot que ajuda portadores de HIV a compreender seus direitos legais
  • Um sistema que ajuda pessoas a serem compensadas de voos com atrasos além de quatro horas
  • Um bot que auxilia refugiados a conseguir moradia

 

Eu sinto como se houvesse uma mina de ouro de oportunidades porque muitos serviços e informações podem ser automatizados usando inteligência artificial… e ‘bots’ são um jeito perfeito de fazer isso. É desapontador que, no momento, ele é usado principalmente em transações comerciais, como pedir flores e pizza.

Fonte: Venture Beat

banner_cadastro_post_blog