Skip to content

Bolinha de borracha: fundamental para estimular a criatividade

Já passou por aqueles momentos em que nada é capaz de estimular a sua criatividade? Stress, cansaço e muitos problemas no dia-a-dia de um escritório de advocacia são alguns do fatores que contribuem para que em determinadas situações não consigamos estar tão inspirados como gostaríamos.

Contudo, alguns estudos indicam que existe um truque muito simples para sobrepor essa condição: apertar uma bolinha de borracha! Foi o que constatou uma pesquisa realizada pela Universidade de Bar-Ilan, em Israel. Parece algo mágico, mas existe uma razão para que isso funcione e métodos necessários para sua aplicação.

Primeiramente, para que a técnica funcione, é necessário que a bolinha seja apertada o mais forte possível com a mão esquerda. Depois, é necessário que se concentre o máximo possível no movimento, não pensando em outras coisas, fazendo isso por aproximadamente 60 segundos.

O estudo identificou que pessoas que seguiram essas regras resolveram 50% mais quebra-cabeças do que quem usou a mão direita. A pesquisa ainda revelou que o grupo da mão direita resolveu ainda menos problemas do que o grupo que só resolveu os jogos, sem o uso do aperto da bolinha como método.

A razão para os resultados obtidos é porque a região motora do lado esquerdo do cérebro, que está ligada à racionalidade, é ativada quando a mão esquerda aperta a bolinha. Como forma de compensação, o lado direito, que cuida da parte criativa e emocional, começa a trabalhar mais, e o resultado é um aumento duplo, tanto da criatividade como da racionalidade, essencial na resolução de problemas.

Além dessa pesquisa, um outro estudo, dessa vez da Universidade de Munique (Alemanha), diz que o que importa não é o aumento da atividade motora quando a bolinha está sendo apertada, e sim o que acontece com o cérebro quando a pessoa para de apertá-la. Os cientistas creem que o processamento de informações pelo cérebro aumenta por inteiro, quando a competição entre as diferentes partes do cérebro diminui.

Na conclusão final dos estudos, ambos dizem que apertar bolinhas com durezas diferentes colaboram para resolução de problemas diferentes:

* Bolinha de borracha mais rígida: servem para combinar informações existentes ou comparar ideias.

* Bolinha de borracha macia: ajudam a criar soluções do zero, como redigir uma peça processual.

Não há limites de vezes para a realização do método, e o seu efeito máximo na criatividade é de 15 minutos.
 
banner_cadastro_post_blog